Comunicado aos colaboradores do Grupo RBS

operacaozlotesquadro

Por Marcelo da Silva Duarte (*)

Nada como um dia depois do outro.

Principalmente para um moralista de plantão.

Como é representar uma empresa suspeita de corrupção, que supostamente paga propina para se livrar de débitos tributários? Qual é a sensação de saber que parte do salário que vocês recebem no final do mês é pago, supostamente, graças à corrupção – essa mesma que, insistentemente, tem assolado nossa política -? Como é saber que a expansão empresarial do Grupo RBS supostamente é patrocinada pela corrupção, pela sonegação de tributos que fazem falta para a educação, para a saúde, para as estradas? Como será, a partir de agora, produzir uma matéria, ou escrever um artigo, sobre o “caos na saúde”, se supostamente vocês contribuíram para ele?

A empresa que vocês representam ainda não foi condenada? Bem, mas o que isso importa? Quando vocês, jornalistas do Grupo RBS, se preocuparam com a verdade e com apurações quando escândalos desse tipo envolveram políticos, não é mesmo?

Como é ser vidraça?

E agora, sob a luz dessa acusação, como será falar, em seus programas de rádio, em suas colunas de jornal impresso, sobre propinas pagas por empresários para políticos e diretores da Petrobras? Como será descer do “pedestal ético” do Grupo RBS, do qual se olhou para todos,
indistintamente, durante um bom tempo? Do alto do qual políticos, juízes, promotores, funcionários públicos, agentes políticos, profissionais liberais e cidadãos comuns foram julgados impiedosamente?

Com que moral um representante do Grupo RBS falará sobre isso?

Aliás, com que moral um representante do Grupo falará, a partir dessa denúncia, sobre qualquer coisa que envolva o conceito de corrupção?

Vocês citarão os nomes dos executivos da RBS que supostamente pagaram propinas para funcionários públicos corruptos? E os nomes dos lobistas que supostamente intermediaram essa negociação, vocês dirão? Estão ansiosos por essa lista como estiveram pela famosa “lista de Janot”?

E os editoriais do Grupo RBS, pródigos em acusações, em apontar para a falência moral da política? Como é estar na mesma vala de suspeição, no mesmo nível moral dos políticos e empresários por vocês publicamete execrados?

Por um bom tempo vocês enganaram muitas pessoas. Há aqueles, porém, que jamais engoliram a incompetência, o falseamento da verdade, a ignorância, a má-fé e o exercício diário de crenças irrefletidas praticados por vocês, sabujos do Grupo RBS. Hoje é um dia de alma lavada. Hoje o que resta da dignidade do jornalismo está em festa, pois a face que não presta do jornalismo brasileiro começou a ser desmascarada. Hoje as pessoas que vocês enganaram por um bom tempo também sabem que vocês escrevem a soldo de gente supostamente tão desqualificada moralmente quanto o que há de mais rasteiro na política brasileira. É nessa lama que vocês, colaboradores, parecem indiretamente chafurdar diariamente, sem qualquer espécie de distinção ética, pois pelo menos parte do salário de vocês parece ser pago com o mesmo tipo de dinheiro sujo que movimentou o famoso “Mensalão” e outros tantos escândalos semelhantes. Dinheiro sonegado é dinheiro sujo, além de fazer falta para quem mais precisa do Estado.

Como será saber que seu empregador, caso as denúncias sejam verdadeiras e a culpa do Grupo RBS reste provada, é corresponsável pela pobreza, pela miséria, pela histórica falta de Estado para os mais necessitados? Com que moral vocês irão criticar programas públicos de assistência social, uma vez que há tal assistência também porque há corruptos?

Não há nenhuma diferença moral entre a corrupção supostamente praticada pelos seus patrões e a patrocinada por “mensaleiros” e operadores do esquema da Petrobras, o dito “petrolão”.

Aliás, como será batizada a propina supostamente paga pelos executivos do Grupo RBS a fim de livrar a empresa de débitos tributários?

Caso vocês ainda não tenham se dado conta, estamos falando de, supostamente, 19 bilhões de reais. De advocacia administrativa, tráfico de influência, corrupção ativa e passiva, associação criminosa e lavagem de dinheiro. E, supostamente, nesse mesmo barco estão “queridinhos” do Grupo RBS, como o Grupo Gerdau – e não poucas vezes um conhecido
integrante do referido Grupo nos deu lições baratas sobre ética nas páginas de opinião de veículos do Grupo RBS. E tudo isso, frise-se, dito pela Receita Federal, Polícia Federal, Ministério Público Federal e a Corregedoria do Ministério da Fazenda.

Que razões temos, portanto, para acreditar que tais denúncias são mais “fracas” do que aquelas que culminaram na condenação dos ditos “mensaleiros”?

E agora, como vocês irão dormir sabendo que todo o discurso moral – discurso assumido por cada um de vocês, diga-se de passagem – do Grupo que vocês representam pode nunca ter valido um tostão furado?

Vocês pedirão demissão? Pedirão desculpas públicas por representarem possíveis corruptos – e venderem seus discursos – por tanto tempo? Não é essa a atitude que vocês, colaboradores e porta-vozes da moralidade do Grupo RBS, costumam exigir de políticos?

Tenham o mínimo de dignidade. A mesma que vocês não pensam duas vezes em
exigir quando se trata de desqualificar a política.

(*) Marcelo da Silva Duarte é jornalista.

Ilustração: Diário do Centro do Mundo

Anúncios

Sobre rsurgente

Jornalista, Porto Alegre (RS), Brasil.
Esse post foi publicado em Mídia e marcado , , . Guardar link permanente.

29 respostas para Comunicado aos colaboradores do Grupo RBS

  1. Evaldo Mendes Onça disse:

    Tudo que falaste estava engasgado em minha garganta há décadas. Nem uma virgula a mais no teu texto. Essa canalha toda é muito mais imprestável que qualquer suposto mensaleiro ou costa-barusco de nossas vidas.

    • Chrystian disse:

      Esse comunicado é covarde, rançoso e estúpido. Por que não direcionar esse discurso raivoso a direção do veículo? O que os colaboradores, que precisam trabalhar, têm a ver com “possíveis” envolvimentos em transações ilícitas da empresa em que atuam, sendo que até agora não há nada comprovado? É ridículo pensar que todos os jornalistas que lá trabalham compactuam com falcatruas e que as acusações em destaque ofuscam seus valores éticos e morais. Não me envergonho de ter trabalhado no Grupo RBS, porque sempre tive independência para escrever, narrar, denunciar aquilo que acho errado é isso que norteia minha conduta e este, não tenho dúvidas, é o sentimento da maior parte dos colegas que lá ainda estão. Vergonha sim, é colocar no paredão sob o foco do fuzilamento, de forma irresponsável e leviana uma legião de profissionais que sempre deram o seu melhor pelo jornalismo. Então esse discurso repugnante não afeta, não suja, muito menos encarde meu caráter e nem o de meus colegas que sempre acreditaram no ideal do que relatam. Se houver culpado nessa história, que culpe-se e julgue-se os responsáveis, que estão lá no topo, na direção, pois direcionar esse ódio a profissionais, que jamais compactuaram com qualquer ato de ilegalidade, é no mínimo covarde, descabido, insolente, idiota! Pra completar, pedir pra eu ter vergonha de receber salário de uma empresa investigada por atos ilícitos, seria o mesmo que condenar a maior parte da população gaúcha por buscar informações na ZH, por assistir o RBS Notícias e os outros programas de notícias do Grupo RBS. Afinal de conta, todos seríamos culpados e cúmplices então…Ou não?

      • otavio costa disse:

        cara, vc ñ precisa ficar nervoso. seu salário será pago, com ou sem dinheiro sujo. antes disso, porém, vc precisa entender q o texto é bem claro ao atribuir a culpa pelo possível ilícito à direção da rbs, e ñ aos colaboradores. a eles cabe uma simples pergunta: considerando o histórico de julgamentos sumários por eles perpetrados a mando de seus patrões, como irão se comportar agora, que eles são os suspeitos? é só isso.

      • mario henrique marques da rocha disse:

        Sr Marcelo da Silva Duarte, me mande seu endereço que mando entregar um remédio infalivel para Dor de Cotovelo de não trabalhar na RBS

      • Estou cá em MG, e da mesma forma me sinto com a alma lavada e enxaguada. E a quem a carapuça serviu que a use. E se não serviu, que continue “acreditando no ideal do que relatam”. Afinal…

  2. Claudia Cardoso disse:

    Saudades de La Vieja Bruja! Também “estoy” de alma lavada e enxaguada!

  3. EU NÃO SOU PRECONCEITUOSO TAMBÉM!!! NÃO É PRECISO SER GAY PARA SE AMAR ALGUÉM. POR ISSO, MARCELO DA SILVA DUARTE, EU TE AMO!!!

  4. Vera Simon do Monte.. disse:

    Parabéns Marcelo pelo teu comentário. Já estava na hora de desmascarar este grupo que se acham o símbolo da “honestidade e moralidade”. Parabéns!!!!!

  5. alex santos disse:

    Não esqueçamos que a rbs contratou pedro parente, secret da receita federal de fhc, em 2003, logo apos ele sair do governo sem cumprir quarentena.

  6. Ubiraci da Silva Oliveira disse:

    Assino em baixo. Parabéns pelo texto Marcelo da Silva Duarte.

  7. VOCÊ PODE PODE ENGANAR UM GRUPO DE PESSOAS POR MUITO TEMPO; VOCÊ PODE ENGANAR UMA PESSOA POR TODA A VIDA, MAS VOCÊ NÃO PODERÁ ENGANAR A TODOS DURANTE TODO TEMPO……….GRUPO RBS, HÁ QUANTO TEMPO PREGANDO ‘MORAL’ DE CUECAS, HEIN?…….pra mim esse “grupelho a serviço da DIREITALHA sempre foi SUSPEITO…….agora vai provar do próprio “veneno”……

  8. Alberto Rodrigues disse:

    VAMOS AGUARDAR PELA DELAÇÃO PREMIADA, CREIO QUE O GRUPO RBS DEVA FAZER ESTA OPÇÃO. CERTAMENTE ELES TERÃO MUITO A CONTRIBUIR COM A INVESTIGAÇÃO.

  9. estudiocodec disse:

    GRANDE ATO PELO FIM DA REDE GLOBO
    O Ato é pelo fim da concessão da Rede Globo dentro da lei.
    Quando: Quarta, 1 de abril às 17:00
    Onde: SEDE DA GLOBO EM TODO O BRASIL
    TODO MUNDO DIVULGANDO ESTE PROTESTO! POR FAVOR,
    ENVIE PARA TODOS SEUS AMIGOS DO FACEBOOK, TWITTER, WHATSAPP. https://www.facebook.com/events/1550577268544664/

  10. Antônio disse:

    Talvez o problema também esteja relacionado a presença de jornalistas da esquerdalia no Grupo RBS, como Moisés Mendes e outros…aqueles que negam o mensalão como quem nega o holocausto também não tem moral pra falar da RBS….

  11. Romano disse:

    Só duas correções, 1) Empresas doarem dinheiro para partidos políticos é bem diferente do caso apurado envolvendo a RBS, pois é perfeitamente legal, é o modo como a política e consequentemente a democracia é financiada no Brasil e na maioria dos países do mundo. No caso da RBS ter corrompido funcionários para anular débitos ficais é crime de corrupção ativa e crime de sonegação fiscal, muitíssimo mais grave, isso sim daria cadeia nos países que eles endeusam. 2) Programas sociais de distribuição de renda são legítimos e louváveis, a totalidade dos países desenvolvidos possuem em valores muitíssimo superiores ao Brasil. Acontece que se é para franceses, italianos, alemães ou estadunidenses uma patotinha de ignorante, leitores de ZH, acha o máximo, mas se é para garantir que milhares de crianças brasileiras possam tomar um café antes de irem para a escola, perdem o sono, neste caso, “tem de ensinar a pescar”. Gostaria que fosse investigado a fundo isso e muito mais, mas infelizmente, talvez não seja. Há alguns anos atrás um rapaz estuprou uma menina em SC, nunca mais se falou nisso!!!!! Cambada de indecentes, está mais do que na hora do Brasil ter controle sobre a mídia, é esse o medo que eles tem do PT!!!! E tem de ter mesmo!!!!

  12. Aldo disse:

    Aqui em São Paulo a Rede Globo e seus “jornalistas” estão em absoluto silêncio sobre o escândalo envolvendo a sua afiliada RBS. FEDERAL NELES!

  13. Heidner, GS disse:

    Texto tendencioso. O que têm a ver todas as pessoas relacionadas ao grupo RBS com os crimes de sonegação fiscal cometidos pelos sócios proprietários? Já se foi o tempo em que jornalismo era feito com fatos. Hoje em dia basta saber ler mão, botar carta, jogar búzios e ter devaneios para escrever uma matéria. Triste.

    • antônio carlos freitas disse:

      Você tem razão. É que naquele tempo os leitores entendiam os textos que liam. Hoje em dia, para se fazer um comentário, basta o sujeito ter uma conta numa rede social. Triste mesmo.

    • otavio costa disse:

      “A Folha de S.Paulo cita o Ministério Público ao afirmar que ‘até o momento os casos em que há indícios mais fortes de eventuais irregularidades envolvem a RBS e o grupo Gerdau'”.

      http://www.sul21.com.br/jornal/investigacoes-envolvendo-rbs-e-gerdau-tem-indicios-mais-fortes-de-irregularidades-diz-jornal/

      É fato suficiente pra você, GS? Não deve ser, até porque quem sempre condenou previamente, em artigos de opinião e matérias (matéria não é a mesma coisa que artigo, viu?), qualquer suspeito de corrupção política, agora não tem nada a ver moralmente com a corrupção supostamente praticada por seu patrão, não é? Dupla moral nos olhos dos outros é refresco.

      • Heidner, GS disse:

        Estás persumindo coisas demais, entre elas que TODOS os funcionários e afiliados da RBS sabiam das atividades ilícitas praticadas por alguns poucos dentro da empresa. Nessa tua lógica, se um operativo da brigada militar for condenado por crime semana que vem, o governo do estado vai ter que fechar a BM.

  14. G. Ballod disse:

    É a Globo e suas afiliadas indo pro buraco, felizmente — já vão tarde!

  15. Eric Quadros disse:

    Recalque meus caros, puro recalque…
    Ri muito lendo teu texto raivoso e recalcado. Kkkkkkkk

  16. zaratustra disse:

    Vocë foi até elegante demais no seu texto. Esta empresa é de uma hipocrisia monstruosa. Gostam de fazer campanhas em prol da comunidade com o unico objetivo de se promover. Extremamente marketeiros, dá até nojo!
    Infelizmente este blog pertence a midia alternativa, enquanto eles, tem nas mãos a midia de “massa”. Qual será o desfecho desta história? Panos quentes, deixar a poeira baixar, o povo tem memoria curta…
    Lembram do caso do filho de um dos diretores acusado de estupro de uma menina em Florianopolis? O que aconteceu?

  17. Tulipa Mag disse:

    “Hoje é um dia de alma lavada”… Lavar nossa alma é pouco, quero ver o ódio que eles ajudaram a difundir ir contra eles mesmos!

  18. oleti gomes disse:

    Querer justificar crimes de roubalheiras em empresas públicas praticados por funcionários e políticos inescrupulosos, que nós, com o nosso voto inocente os colocamos lá para ajudar o país a crescer, ou pelo menos votar projetos para atender as necessidades básicas do povo – vir, com outros crimes querer justificá-los, é, no mínimo, insano!! Um crime não justifica o outro. Muito me admiro pessoas já de certa idade bancando à defesa de velhacos e indecentes. Ainda bem que aqui não é a China porque senão a família teria, inclusive, que pagar a “bala” do fuzilamento. De Santo, o inferno está cheio! Muito me admira a vibração de alguns fanáticos por fechamento de Redes de TV e Jornais, onde profissionais matam um leão por dia para a sua sobrevivência e de sua família. Os Jornalistas, os profissionais da comunicação, os funcionários de uma empresa, nada tem a ver com a conduta ilícita da empresa – os seus patrões é que responderão por seus atos perante à Lei. Esse TOM de fechamento da Imprensa é Ditatorial. E, é isso que muitos estão querendo, a Ditadura. Aliás, nos últimos anos, nossos Presidentes estão dando muitos beijinhos em certos Ditadores. Ué, quem sabe a ordem, no Brasil, não se instalaria? É muito triste. A consciência de valor do homem, em geral, está dilapidada, está falida. Os valores foram invertidos; os conflitos instalados. Maus exemplos para os jovens e crianças.
    Que mixórdia é esta em nosso País? Todo mundo se ofendendo. Pessoas cheias de ódio. Vamos evoluir como pessoa, gente! Daqui, nada se leva.

  19. A RBS ter operação ilícitas em seu fluxograma já era subjetivamente esperado…Tentar justificar a corrupção do serviço público detrimento a corrupção do serviço privado é uma hipocrisia…Julgar funcionários por crimes dos patrões é inquerir terceiros de boa fé tornando o notícia desqualificada, tendenciosa, revanchista confundindo o leitor de verdeiro escopo das investigações…Em outras palavras jornalismo “BARATO”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s