Polícia Rodoviária Federal prende dois assentados após protesto em Eldorado do Sul

PRF não divulgou a identidade dois dois presos (um deles aparece na foto, de camiseta vermelha). (Foto: Arquivo pessoal)

A Polícia Rodoviária Federal prendeu dois assentados e apreendeu dois veículos na manhã desta sexta-feira (14), no Assentamento Apolônio de Carvalho, em Eldorado do Sul, após a realização de uma manifestação às margens da BR 290, dentro das atividades da greve geral convocada por centrais sindicais e movimentos populares contra a proposta de reforma da Previdência do governo Bolsonaro e os cortes na educação.

A Polícia Rodoviária Federal não quis divulgar o nome das pessoas presas, que foram acusadas de “desobediência” e “crime ambiental”. Os dois detidos não são do Apolônio de Carvalho, mas seriam de um assentamento de Tapes. Eles foram conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal, em Porto Alegre.

Segundo Marcelo Paiakan, do Assentamento Apolônio de Carvalho, as prisões ocorreram depois que o protesto já havia terminado e ocorreram dentro do assentamento, “quase dentro da casa de um assentado”. “A Polícia Rodoviária Federal veio com a tropa de choque, de uma forma muito violenta, e acabou prendendo pessoas que já estavam fora do protesto. Prenderam essas pessoas praticamente dentro de casa. É a truculência do governo Bolsonaro e do governo estadual também. Somos solidários a eles e também aos companheiros presos em Porto Alegre, que já chegam a 75”, disse Paiakan.

Segundo a assessoria de Comunicação Social da Polícia Rodoviária Federal, as prisões ocorreram em virtude do descumprimento de um acordo que havia sido feito com os manifestantes para encerrar o protesto na BR 290, com queima de pneus, às 8h. Conforme a PRF, o protesto prosseguiu após esse horário e “foi necessário o uso da força de choque”. O choque da PRF disparou bombas de gás para dispersar os manifestantes e os perseguiu na área do assentamento, com apoio de um helicóptero, onde efetuou as duas prisões.

A Polícia Rodoviária Federal divulgou imagens de parte de sua operação, que foram publicadas pelo Blog de André Ritter, no Facebook. Outro vídeo, feito por assentados, mostra um momento da operação da polícia dentro do assentamento, com apoio de um helicóptero. (Publicado originalmente no Sul21)

Anúncios

Sobre rsurgente

Jornalista, Porto Alegre (RS), Brasil.
Esse post foi publicado em Política e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s