PSOL e PT denunciarão descumprimento de liminar na eleição da mesa da Câmara Municipal

02/01/2017 - PORTO ALEGRE, RS -  Votação da Reforma Administrativa na Câmara Municipal de Porto Alegre. Foto: Maia Rubim/Sul21

Fernanda Melchionna: “É um autoritarismo sem tamanho descumprir a proporcionalidade prevista em regimento e ainda desrespeitar uma decisão judicial”. (Foto: Maia Rubim/Sul21)

Os vereadores e vereadoras do PSOL e do PT, que formam a bancada de oposição na Câmara Municipal de Porto Alegre, reuniram uma série de provas para comprovar que ocorreu o descumprimento da decisão judicial que determinava o cumprimento da regra da proporcionalidade na eleição da mesa diretora e das comissões permanentes da Casa, realizada no último domingo (1°). Essas provas serão entregues nesta quinta-feira (5), às 15h, no Foro Central de Porto Alegre.

Segundo a nova líder da oposição, Fernanda Melchionna (PSOL), os partidos da situação não respeitaram a decisão judicial, que determinou o respeito à proporcionalidade dos partidos ou dos blocos partidários na composição da mesa diretora e das comissões permanentes, prejudicando os partidos da oposição destes postos. “É um autoritarismo sem tamanho descumprir a proporcionalidade prevista em regimento e ainda desrespeitar uma decisão judicial, por isso vamos seguir denunciando esta ilegalidade cometida na Câmara de Vereadores para que a Justiça se restabeleça e não tenhamos uma patrola da maioria”, disse Fernanda.

(*) Publicado originalmente no Sul21.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s