Se não formos para a rua, o golpe estará consumado!

(Foto: Joana Berwanger/Sul21)

(Foto: Joana Berwanger/Sul21)

Por Caco Schmitt (*)

Não vamos nos iludir: sem mobilização, o golpe será sacramentado no Senado. Daqui duas semanas a presidenta Dilma será afastada provisoriamente e, daqui dois meses, definitivamente. Dos 81 senadores o PT tem 11, PCdoB 1, Rede 1 e PDT 3 (sendo um deles, Lasier Martins, o golpista). Teremos no máximo 15 votos. Como é um golpe parlamentar-midiático, financiado pelos grandes empresários nacionais e internacionais, e não se pode contar com a “isenção” de um Supremo acovardado e que já demonstrou estar ao lado dos golpistas – do contrário já teria afastado o corrupto Eduardo Cunha, só temos uma saída: as ruas!

Todas as forças populares que se mobilizaram contra o golpe estão aguardando os comandos, os próximos passos para darem continuidade à luta. Cada dia sem direção é um dia perdido…  Eu tenho algumas ideias e gostaria de dividir com vocês. Acredito que temos que agir em bloco e centrar fogo no que é mais importante e com capacidade de arregimentar mais pessoas contra o golpe.

1-  FORA CUNHA JÁ: evitar o acordão na Câmara Federal de anistiar o pilantra em retribuição ao seu serviço prestado. Usar todos os meios disponíveis, mandar emails, compartilhar textos contra o canalha, pressionar o Supremo para afastá-lo. Derrubar Cunha é um passo importante.

2 – DENUNCIAR O GOLPE: a mídia golpista brasileira não pratica a liberdade de imprensa há muito tempo. Defende interesses empresariais e financeiros porque não são mais “veículos” de comunicação. A comunicação é apenas um ramo dos negócios, que vão da telefonia à mineração. E somente com o golpe irão lucrar mais, juntamente com a turma da FIESP, reduzindo conquistas dos trabalhadores, retirando barreiras proibitivas aos novos negócios, privatizando os segmentos mais lucrativos como petróleo e  bancos etc. Por isso, vendem a ideia de que já está consumado, que o governo Temer será a salvação do país e que não é golpe. Temos que disputar diariamente.  Mandar emails pros veículos deles, combatendo esta versão, retuitar, fazer manifestações na frente da Globo, Veja, Band etc. Não podemos deixar os canalhas correrem soltos.

3 – EXPLICAR O QUE O BRASILEIRO VAI PERDER COM O GOLPE: denunciar o que está em jogo. A direita impatriótica optou for forçar a crise, ampliar a crise, tumultuar o governo desde as últimas eleições. Não se preocupam com o povo, com o desemprego porque usam o que eles mesmo produziram pra tentar derrubar o governo. Com sabem que inexiste crime de responsabilidade, adotaram o discurso que o governo tem que sair porque tem desemprego, tem recessão. Mesmo ideário dos conspiradores (aliás, os mesmos de sempre) que provocaram e apoiaram o golpe militar de 64. E contam com a classe alta raivosa e preconceituosa e parcelas da população mal informada e manipulada pela mídia golpista. Então, temos que ir às fábricas, sindicatos, favelas, produzir panfletos, explicando a verdadeira  razão desse golpe sujo.

4 – GREVE GERAL 16 DE MAIO: a direita está prevendo que o relatório da comissão do Senado deve aprovar o pedido de abertura do processo de impeachment até 17 de maio. Então, temos que parar o Brasil antes. Transportes metropolitanos, escolas, fábricas, comércio etc. Dar uma demonstração que não aceitamos o golpe à democracia que ainda estamos construindo.

É o que eu penso, e boa luta pra todos que defendem a liberdade e a democracia.

(*) Jornalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s