Exercício de matemática criativa no Parcão?

Imagem da festa colorada de 2006. Estimativa: 20 mil.

Imagem da festa colorada de 2006. Estimativa: 20 mil.

Ato de 13 de março no Parcão. Estimativa: 100 mil. (Foto: Guilherme Santos)

Ato de 13 de março no Parcão. Estimativa: 100 mil. (Foto: Guilherme Santos)

Os números sobre a quantidade de participantes nos protestos deste domingo (13) merecem um capítulo à parte. Tradicionalmente, variam segundo os interesses do freguês. A precisão da já famosa contabilidade da Brigada Militar às vezes é confrontada por imagens que colocam questões interessantes. Ontem, no Parcão, a Brigada estimou em 100 mil o número de participantes na manifestação que ocorreu em um trecho entre a 24 de Outubro e a Dona Laura. Quase neste mesmo local, em 2006, a torcida colorada lotou a Goethe e o Parcão para comemorar a conquista do título mundial contra o Barcelona. A estimativa, então, foi de que 20 mil pessoas participaram daquela festa. A comparação de imagens desses dois eventos praticamente no mesmo local permite questionar: se a estimativa de 2006 é correta, havia espaço para mais 80 mil pessoas naquele local? Compare as imagens e tire sua própria conclusão.

Anúncios

Sobre rsurgente

Jornalista, Porto Alegre (RS), Brasil.
Esse post foi publicado em Mídia, Política e marcado , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Exercício de matemática criativa no Parcão?

  1. Indiscutivelmente, no título do Inter tinha muito mais pessoas. Mais do que o dobro!

  2. Estive nas duas manifestações ontem, cobrindo-as pela Agência Brasil. Calculo que no Parcão realmente havia mais gente que na Redenção, em uma proporção de, no máximo, 2 para 1. Achei tranquilo quando a BM afirmou haver 5 mil pessoas no ato pró-governo, mas caí de costas quando disseram haver 100 mil no ato por impeachment.

    A proporção “estimada” pela Brigada é de 20 para 1! Dissessem eles que havia 10 mil ou até 15 mil no Parcão, e eu aceitaria numa boa.

    Questionei a BM, é óbvio. A minha comparação foi parecida com a sua: eu disse que 100 mil pessoas equivale a dois Beira-Rio lotados, e que eu não havia visto tanta gente assim. Eles se limitaram a responder que esses eram os números oficiais, e ponto.

    Eu precisava fechar o texto para publicar a notícia. Eu testemunhei os dois atos e SABIA que os números estavam absurdamente errados. Mas eram “oficiais”.

    Depois de muito refletir (e conversar com meus chefes), optei por não incluir essa informação na minha matéria. Ajudar a dar publicidade a esses números seria uma tremenda irresponsabilidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s