Texto de Einstein sobre crise não tem frases citadas por Sartori como sendo do físico alemão

albert-einstein-sticks-hi-009 (2)

O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), respondeu às críticas feitas ontem (3) pelo novo presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Luiz Felipe Silveira Difini, com uma frase, supostamente, de Einstein. Sartori foi à Assembleia Legislativa entregar a “Mensagem do Governador” à nova presidente da Casa, Silvana Covatti (PP). Questionado por jornalistas sobre as declarações do desembargador Difini, Sartori disse que já esperava a pergunta e que estava preparado para respondê-la. Puxou um papel e leu dois parágrafos escritos em letras maiúsculas com a suposta afirmação de Einstein:

“Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la”.

Ao final da mesma, entre parênteses, estava escrito “Albert Einstein”, sem citar porém qual seria a fonte da suposta afirmação do físico. Na cerimônia de entrega da Mensagem do Governador à presidente da Assembleia, Sartori falou rapidamente sobre a situação do Estado e utilizou a citação acima para resumir “a disposição do governo em enfrentar as dificuldades financeiras”.

A citação em questão é fartamente acessível via Google ou outras plataformas de busca. Costuma ser atribuída a Einstein, mas a fonte da mesma nunca é citada. Em 2009, um doutorando em Física, escreveu em seu blog um post intitulado “Einstein e as mensagens fofuchas sobre a crise”, relatando como desconfiou da suposta autoria da referida frase e tratou de pesquisar se, de fato, era de Einstein. A desconfiança começou pelo estilo do texto, típico de manuais de autoajuda. A primeira coisa que constatou foi que nenhum dos sites que citavam a frase como sendo de Einstein apontava a fonte da mesma, identificando quando e onde o físico teria dito aquilo. Em se tratando de Einstein não seria a primeira vez. Desde os primórdios da internet circulam frases falsamente atribuídas ao físico. O autor do blog foi mais longe em sua busca e pesquisou textos ou pronunciamentos de Einstein que falassem sobre “crise”.

Eisntein escreveu, de fato, sobre a crise em seu livro “The world as I see it”, traduzido no Brasil, em 1981, pela Editora Nova Fronteira. Em um capítulo intitulado “Reflexões sobre a crise econômica mundial” (publicado em 1953), Einstein reflete sobre a crise da economia capitalista mundial naquele momento. Na abertura do capítulo, ele afirma:

“Se há alguma razão para impelir um leigo em questões econômicas a dar corajosamente sua opinião sobre o caráter das dificuldades econômicas angustiantes de nossa época, é certamente a confusão desesperadora dos diagnósticos estabelecidos pelos especialistas. Minha reflexão não é original e apenas representa a convicção de um homem independente e honesto — sem preconceitos nacionalistas e sem reflexos de classe — que deseja ardente e exclusivamente o bem da humanidade, numa organização mais harmoniosa da existência humana. Escrevo como se estivesse seguro da verdade de minhas afirmações, mas o escrevo simplesmente como a forma mais cômoda da expressão e não como testemunho de excessiva confiança em mim mesmo; ou como convicção da infalibilidade de minhas simples concepções sobre problemas de fato terrivelmente complexos”. (Clique aqui para ler a íntegra do que Einstein escreveu sobre a crise, pp-40-41)

A passagem citada por Sartori não aparece em nenhum momento do capítulo em questão. Nem no Wikiquote, onde essas mensagens costumam ser publicadas com a fonte de origem, é possível encontrar a citação em questão. Talvez o governador Sartori conheça outro texto de Einstein sobre o tema que traga a passagem em questão. Neste caso, poderia citar a fonte e resolver a polêmica que cerca mais essa suposta afirmação do físico alemão.

(*) Publicado originalmente no Sul21.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s