Etecetera daqui, etecetera de lá… Sartori por ele mesmo

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Em meio à crise provocada pelo parcelamento e atraso no pagamento dos salários dos servidores públicos do Rio Grande do Sul, muita gente tem se questionado sobre qual foi mesmo o programa apresentado por José Ivo Sartori na campanha eleitoral de 2014. Para reavivar um pouco essa memória, seguem dez reflexões apresentadas pelo governador no período eleitoral, quando anunciou a intenção de implementar um novo modo de fazer política no Estado. Com a palavra, José Ivo Sartori…

1. Primeiro, vamos ganhar a eleição, vamos montar uma equipe e vamos governar bem.

2. Na educação, a primeira questão é fazer uma boa conversa, um grande diálogo com todos os professores, porque a gente sabe que a educação serve para todos os setores e para todos os fatores da vida da população.

3. Fazer a manutenção das escolas, fazer, por exemplo, instalar de que aquele professor que vai concorrer a diretor de escola, ele tenha um pré-requisito básico de fazer curso de gestão antes. Se o professor não estiver valorizado e a família não estiver junto, alguma coisa vai faltar na educação.

4. Como é que se faz a valorização do professor? Primeiro, ele ganhando bem. Em segundo lugar, ele poder se capacitar permanentemente.

5. Nossa campanha é politizada, esclarecida e, tanto é verdade, que a gurizada das redes sociais me trouxeram e me tornaram conhecido no Rio Grande do Sul todo.

6. Quando se coloca o retrovisor, não é olhar só para trás no mal feito, tem que olhar no que foi bem feito também.

7. Conter os gastos. Como? Cuidar das despesas, nas coisas que são inúteis, uma viagenzinha em demasia, etecetera daqui, etecetera de lá…Tem que poupar. Não pode se mexer naquilo que é importante para a vida das pessoas.

8. Precisamos recuperar a auto-estima dos professores, recuperar a escola com o ambiente de convivência boa. E que o aluno se sinta bem e que possa também se sentir protagonista de um novo mundo e de uma nova realidade.

9. A primeira questão é cuidar o cofre. A segunda questão é gastar bem, gastar onde precisa para a sociedade. Um governo austero e com gestão precisa ter transparência e não olhar apenas para a renegociação da dívida como ela está colocada hoje no Senado Federal.

10. Arrecadar mais é possível sem cobrar imposto novo. È preciso ter eficiência, é preciso ter desenvolvimento. Queremos fazer um governo que funcione, que ofereça uma boa saúde, educação e segurança para a população, e que não atrapalhe aquilo que está dando certo no Rio Grande do Sul.

Anúncios

Sobre rsurgente

Jornalista, Porto Alegre (RS), Brasil.
Esse post foi publicado em Política e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Etecetera daqui, etecetera de lá… Sartori por ele mesmo

  1. Eduardo Gonçalves disse:

    Mas quem liga para professores, e servidores? O mais importante é que:
    1) O PT foi derrotado.
    2) O Sartori é gente boa.
    3) O PT não ganhou.
    4) O partido do Sartori é o Rio Grande.
    5) Conseguimos derrotar o PT.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s