História ambiental: Livro analisa relação entre humanos e natureza no Rio Grande do Sul

CAPA História Ambiental A primeira coletânea sobre a história ambiental do Rio Grande do Sul será lançada no próximo domingo, dia 16 de novembro, na 60ª Feira do Livro de Porto Alegre. “História Ambiental no Rio Grande do Sul” (Editora Univates), organizado por Elenita Pereira, Fabiano Rückert e Neli Machado, é resultado de uma experiência coletiva iniciada nas reuniões do Grupo de História Ambiental da seção gaúcha da Associação Nacional de História (ANPUH-RS). Elenita Pereira é Mestre e Doutoranda em História na UFRGS. Fabiano Rückert é Mestre e Doutorando em História na UNISINOS. Neli Machado é Doutora em Arqueologia (USP) e Professora de História na UNIVATES.

Em encontros realizados ao longo de 2013, os membros do GT decidiram contribuir para a produção de uma coletânea sobre a história ambiental do Rio Grande do Sul. Esse trabalho será lançado oficialmente, dia 16, na Feira do Livro. Às 14h30min, ocorrerá um debate sobre o livro na Sala Oeste do Santander Cultural; às 16h, haverá uma sessão de autógrafos no térreo do Memorial do RS.

Os textos estão divididos em três grandes seções: “Cidades e rios”, “Florestas, migrações e ruralidades” e “Arqueologia e viajantes”, analisando representações e práticas sociais definidoras das interações entre humanos e o ambiente natural no Rio Grande do Sul. O livro é composto de dez artigos, escritos por historiadores que pesquisam a relação entre humanos e natureza no Estado.

Cidades e rios

“Os banhados do rio dos Sinos e a História Ambiental da cidade de São Leopoldo- RS”, por Fabiano Quadros Rückert e Marluza Marques Harres;

“A luta ambiental via jornalismo em Rio Grande: As Crônicas Ecológicas do ambientalista Luiz Felipe Pinheiro Guerra”, por Bread Soares Estevam e Elenita Malta Pereira;

“A poluição do Guaíba e de suas praias em Porto Alegre a partir dos anos 1960”, por Antônio Dias Prestes.

Florestas, migrações e ruralidades

“Os significados da floresta: Elementos para uma história ambiental da colonização alemã no Rio Grande do Sul”, por Juliana Bublitz;

“Dominar o sertão e promover o progresso: O uso da região de Floresta Subtropical no Vale do Rio Pardo (Séc. XIX)”, por José Paulo Eckert;

“Campos da Vacaria dos Pinhais: Migrações, indústria madeireira e meio ambiente”, por Esther Zamboni Rossi e Eunice Nodari;

“A Guerra da Laranja: A luta de José Lutzenberger pela citricultura ecológica no Vale do Caí-RS (anos 1980)”, por Elenita Malta Pereira.

Arqueologia e viajantes

“Arqueologia e história ambiental no Vale do Taquari: Práticas de descarte de resíduos sólidos no contexto dos séculos XIX e XX”, por Natalia Devitte, Neli Galarce Machado e André Jasper;

“Assentamentos humanos pré-coloniais e pesquisas arqueológicas: Configurações ambientais”, por Fernanda Schneider, Sidnei Wolf, Marcos Kreutz e Neli Galarce Machado;

“Visões da natureza do Rio Grande de São Pedro: Relatos de viajantes sobre a utilização dos recursos na província (1808-27)”, por Dilson Vargas Peixoto e Taciane Umpierre de Moraes.

Convite(2)historiaambiental

Anúncios

Sobre rsurgente

Jornalista, Porto Alegre (RS), Brasil.
Esse post foi publicado em Meio Ambiente e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s