Unidas pela esperança

unidaspelaesperançaanaeyeda A aparição da ex-governadora Yeda Crusius na propaganda eleitoral da coligação Unidos pela Esperança (PP, PSDB, PRB, SD) expõe uma proximidade que o programa da candidata do PP não mostra à população. Desde o início da campanha, a senadora Ana Amélia Lemos vem tentando se distanciar do governo de Yeda Crusius, do qual seu partido participou. As aparições de Yeda prejudicam essa estratégia.

O governo do PSDB no Rio Grande do Sul, que se apresentou como um “novo jeito de governar” acabou se traduzindo em uma sucessão de escândalos, autoritarismo, arrocho, redução do tamanho do Estado e denúncias partindo de próprios integrantes do governo. A reprovação da população ao governo tucano deixou Yeda Crusius em um distante terceiro lugar na eleição de 2010.

As semelhanças entre as ideias de Yeda Crusius e Ana Amélia Lemos não estão apenas no slogan “Unidos pela Esperança”. Há propostas comuns que são definidoras da ideia de choque de gestão, defendida historicamente pelo PSDB: cortar recursos, diminuindo os gastos com o custeio da estrutura administrativa e de serviços públicos; enxugar a máquina do Estado e distribuir melhor os recursos; demitir funcionários em cargo de confiança e diminuir secretarias.

Logo que assumiu, em 2007, Yeda determinou um corte linear de 30% nos gastos de custeio de todas as secretarias. Uma medida com impacto negativo direto na qualidade dos serviços públicos oferecidos à população, especialmente nas áreas da educação, saúde e segurança. Na época, a governadora não explicou como era possível ampliar e melhorar a qualidade dos serviços públicos cortando gastos de custeio, uma das medidas fundamentais da chamada política de déficit zero.

Em 2014, Ana Amélia Lemos repete o mantra do Estado mínimo anunciando que pretende economizar recursos, diminuir os gastos com o custeio da estrutura administrativa e enxugar a máquina, propostas que repetem algumas das principais ideias adotadas por Yeda Crusius em seu governo.

Anúncios

Sobre rsurgente

Jornalista, Porto Alegre (RS), Brasil.
Esse post foi publicado em Política e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Unidas pela esperança

  1. Luis Antunes Costa disse:

    E Viva o Rio Grande!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s