Flávio Aguiar lança “A Bíblia, segundo Beliel” nesta sexta, em Porto Alegre

flavioaguiarnobrasil480

A Boitempo Editorial traz o escritor, colunista e pesquisador da Universidade de São Paulo, Flávio Aguiar, para debates e noite de autógrafos de lançamento do livro “A Bíblia segundo Beliel: como tudo de fato aconteceu e vai acontecer” (120 págs. R$ 29, Boitempo). Aguiar é gaúcho e se apresenta primeiro em Porto Alegre, na Palavraria – Livros & Café nesta sexta-feira, dia 1º de março, às 19h. Além do autor, o evento contará com a presença do escritor e tradutor Paulo Neves.

Em seguida, Flavio Aguiar vai a São Paulo para o lançamento no Espaço Revista CULT, no dia 12 de março, às 19h, que também contará com debate, com participação de José Roberto Torero, e sessão de autógrafos.

Flávio Aguiar foi professor de literatura da USP por mais de 30 anos, e já publicou mais de 30 livros ao longo de sua carreira, entre o quais vários ganhadores do Prêmio Jabuti. Atualmente ele mora na Alemanha e veio diretamente de Berlim para lançar no Brasil seu novo livro de ficção, uma sátira sobre as histórias bíblicas, que ele estuda com profundidade há anos.

Sobre o autor

Flávio Aguiar nasceu em Porto Alegre, em 1947. É professor aposentado de Literatura Brasileira da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/ USP), na qual fundou e dirigiu o Centro Ángel Rama. Atualmente, é pesquisador do programa de pós-graduação em Literatura Brasileira da mesma instituição. Orientou mais de quarenta teses e dissertações de doutorado e mestrado. Foi professor convidado e conferencista em universidades no Brasil, Uruguai, Argentina, Canadá, Alemanha, Costa do Marfim e Cuba. Tem mais de trinta livros publicados, entre os de autoria própria, organizados, editados ou antologias. São obras de crítica literária, ficção e poesia. Participou de várias antologias de poemas e contos no Brasil e no exterior (França, Itália e Canadá).

Ganhou por três vezes o prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro: em 1984, na categoria “Ensaio”, com sua tese de doutorado A comédia nacional no teatro de José de Alencar (Ática, 1984); em 2000, com o romance Anita (Boitempo, 1999); e, em 2007, coletivamente, como responsável pela área de literatura da Latinoamericana: enciclopédia contemporânea da América Latina e do Caribe (Boitempo, 2006), na categoria “Ciências Humanas” e também como “Livro do Ano de Não Ficção”. Reside atualmente em Berlim, na Alemanha, onde é correspondente para publicações brasileiras.

Anúncios

Sobre rsurgente

Jornalista, Porto Alegre (RS), Brasil.
Esse post foi publicado em Cultura e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s